quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Hoje tenho desculpa...

A desculpa mais esfarrapada do mundo, pois claro, no fim de almoço fui beber café com a mana, que por sinal é linda e elegante e não há açúcar que a engorde, perguntou-me se queria dividir um crepe de açúcar e canela com ela, mas é que nem pensei 2 vezes disse logo que sim, afinal não ia fazer uma desfeita à mana, e lá está esta minha falta de vontade própria sempre na frente.
É difícil lutar assim, quando não se tem vontade, motivação...
O dia hoje está a ser assim:

PA: papas de aveia com linhaça, goji e meia banana
LM:  1 clementina,  3 marias e um chá
Al: sopa, hambúrguer de frango grelhado em pão pita com alface, café e meio crepe com açúcar e canela
LT: 1/2 pão de sementes com 1/2 queijo fresco pequeno e a outra metade do queijo com uma colher de compota de pêssego e 6 avelãs e depois comi  mais umas 10 :(
JA: vai ser risoto de pescada feito pelo mais que tudo, espero não me perder até lá e não abusar uma vez que o jantar por si só já vai ser calórico.

Hoje voltei a fazer a caminhada de manhã 30 minutos mais 15m na elíptica.
Apesar de estar toda dorida, porque na terça e quarta fui apanhar beringelas e aquilo dá uma dor de pernas e de costas horrível, hoje precisava de sentir aquela brisa pela manhã, precisava de pensar no caminho a seguir, precisava lembrar-me que a vida tem a cor que eu que quero dar.

E ontem, ai ontem, ontem perdi-me literalmente, depois de tudo o que registei, ainda voltei a lanchar um iogurte magro com gelatina, um café e uma queijada de leite, o jantar foi um medalhão de pescada no forno com uma batata assada e brócolo cozido e depois comi um requeijão com doce de abóbora e amêndoa torrada.

Hoje acordei só com 57.300Kg, caminho a passos largos para o precipício, tenho uma barriga gigante, a roupa fica-me toda mal, a minha cara parece que foi mordida por abelhas.
Mas será possível que comer desalmadamente me dê mais prazer do que sentir-me bem comigo própria?

Fiquem Bem.